Archive for Maio 2012

Renascer



“E não nos deixeis cair em tentação”.
Rezo devagar estas palavras, fazendo-as minhas. 
Não me deixes, Senhor. 
Não me deixes quando as paredes do tempo se tornam instáveis
e as palavras de hoje têm a dureza do pão amassado de ontem. 
Não me deixes quando recuo porque é difícil, 
quando quase me inclino perante a idolatria do que é cómodo e vulgar. 
Não me deixes atravessar sozinho os baços corredores da incerteza,
ou perder-me no sentimento do cansaço e da desilusão. 
Não me deixes tombar na maledicência e no descrédito quanto à vida.
Que a Tua mão levante à altura da luz a minha esperança!
Que o Teu nascimento inspire os meus renascimentos. 
Que a Tua presença me ensine o que é tornar-se presente.
Que o dom que fazes de Ti me ajude a fazer da vida oferenda de amor. 


 José Tolentino Mendonça

16 maio 2012
Posted by Nuno T. Menezes Gonçalves

Em mãos

Em mãos

Mais lidos

Etiquetas

- Copyright © O que me faz correr -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -